An accessible version of this website containing similar content may be found at: page.php?ctx=2,2,56

De madeira

A Associação Animais de Rua recomenda que as colónias de gatos silvestres/assilvestrados tenham acesso a um abrigo onde se possam proteger de condições atmosféricas adversas, esconder-se e conviver.
Os planos de construção referidos abaixo são recomendados para qualquer zona do país. Em climas extremamente frios e húmidos aconselha-se que os abrigos possuam alguma espécie de isolamento. Alguns dos tipos de abrigos podem ser utilizados em climas mais amenos (regiões costeiras ou e sul). Contudo, mesmo nesses locais pode chover abundantemente, e os gatos sem abrigo devem possuir um refúgio seco, quente e acolhedor.



 


 

Abrigo de baixo custo para colónia de gatos
Estas instruções são para construir um abrigo isolado com as dimensões de 61 cm x 91,5 cm e 45,72 cm de altura. Pode comprar os materiais numa loja da especialidade. Recomenda-se também a utilização de uma serra e uma chave de fendas eléctricas. Tenha cuidado com a utilização da serra eléctrica, caso não tenha experiência de utilização da mesma. Caso seja esse o caso solicite que o corte e preparação da madeira sejam feitos por alguém com a experiência adequada. É sempre mais fácil quando o trabalho é feito a dois. Se as instruções seguintes lhe parecem demasiado difíceis, será de considerar adquirir uma casota de cão já feita ou encontrar um carpinteiro que esteja disponível para ajudar.

Lista de factores a considerar, antes de iniciar este projecto:
1. Quantos gatos constituem a colónia? Este número determina quantos abrigos necessita de construir. Lembre-se que nem todos os gatos utilizarão o abrigo, ou pelo menos não o utilizarão todos ao mesmo tempo. O abrigo não deverá abrigar mais de 5 a 7 gatos simultaneamente. Partindo deste pressuposto poderá construir um abrigo maior ou mais abrigos se necessário.
2. Certifique-se que constrói o abrigo com dimensões suficientes para que o possa transportar no seu carro. O tamanho do abrigo descrito neste texto cabe num veículo ligeiro de dimensão habitual com o porta-bagagens aberto.
3. Se vive numa zona de clima frio recomendamos que utilize isolamento como descrito nos planos de construção.
4. Utilize apenas tinta de exteriores (de preferência verde-escuro ou castanho-escuro, ou de uma cor que se confunda com o meio ambiente onde se situar).
5. O chão deverá ser de azulejo e não carpete, para reduzir a possibilidade de infestação por pulgas e combater a humidade dentro do abrigo.
6. Utilize parafusos em vez de pregos para uma maior durabilidade.
7. O telhado deverá poder retirar-se, para uma maior acessibilidade caso seja necessário mudar os ninhos, ou socorrer gatinhos que se possam ter abrigado no local.
8. O telhado deverá ser de forma triangular e estender-se para além das paredes laterais, para evitar infiltrações.
9. Uma protecção contra o vento deverá ser colocada do lado interior da entrada do abrigo para aumentar o conforto interior.
10. Coloque pedacinhos de madeira, palha ou feno dentro do abrigo para maior calor e conforto.

Material Necessário
1. 1x folha de madeira para exteriores (pinho) com 1,2 m. x 2,5 m e 1 cm de espessura.
2. 1x painel de pinho fino para interior com 1,2 m x 2,5 m.
3. 1x conjunto de telhas de madeira suficientes para cobrir 2,5 m quadrados de telhado.
4. 2x pedaços de madeira indiferenciada com 5 cm x 7,6 cm x 1,8 m.
5. Linóleo, ou qualquer outra cobertura para o pavimento (para cobrir 1,8 m quadrados de chão).
6. 1x lata de 0,25 litros de tinta para exteriores.
7. 2x dobradiças médias (em "T" ou dobradiças de portão).
8. Parafusos de 5 cm de cabeça plana ou braçadeiras (cerca de 50).
9. 4 a 9 tijolos para as fundações.
10. Pregos pequenos para o telhado (cerca de 15).
11. Isolamento em fibra de vidro (1 rolo, suficiente para cobrir 1,2 m -6 m quadrados).

Ferramentas Necessárias (disponíveis numa loja da especialidade)
1. Martelo
2. Chave de fendas eléctrica
3. Esquadro de carpintaria
4. Agrafador de madeira
5. Fita métrica
6. Marcador

Instruções de Construção
1. Corte a madeira. Corte primeira toda a madeira necessária, antes de começar a construir o abrigo. Algumas das peças podem necessitar ajustamento depois de cortadas.

a. Corte o pinho, como mostrado em baixo. A quantidade é suficiente apenas para UM abrigo.


 
b. Cortar os painéis da forma descrita em baixo. Um painel é suficiente para dois abrigos.


 
c. Corte 8 postes e 2 armaduras de prateleiras com as dimensões de 5 cm x 7,6 cm x 1,8 m. Corte quatro pedaços de 27,9 cm e um pedaço de 43,2 cm. Corte um pedaço de 43,18 cm, dois de 40,6 cm, e dois de 12,7 cm.


 
2. Coloque a base numa mesa ou numa bancada de trabalho. Estes planos referenciam uma orientação de frente para o topo do diagrama. Coloque o lado A da parede no lado esquerdo e aparafuse a parede frontal e lateral esquerda utilizando um dos postes de canto de 43,18 cm.

3. Posicione a lateral do lado direito e ligue-o a outro poste de canto de 43,18 cm.

4. Posicione a parede traseira e ligue aos dois lados utilizando um poste de canto de 27,9 cm. Nota: os postes de canto devem ficar no topo da base, bem como os frontais, os da traseira e os laterais. Todos os postes devem ficar no interior das paredes frontais, traseiras e laterais.

5. Vire as paredes de topo para baixo e coloque a base virada para cima. Fixe a base aos lados, primeiro aparafusando os cantos depois indo ao longo dos cantos. Certifique-se que os parafusos se fixem directamente nas paredes de pinho, sem se inclinarem e saírem pelo lado das paredes.

6. Vire o abrigo de novo para a sua posição original.


 


 
7. Corte e agrafe o isolamento ao lado interior dos lados A e B.

8. Aparafuse o interior dos lados A e B aos postes de canto que já estarão no seu local. Coloque os postes da frente e de trás para o suporte frontal e traseiro. Nota: Estes postes são colocados rentes às paredes da frente e de trás, em ângulos rectos com os postes de canto, como a figura mostra. O poste junto à entrada frontal deve ficar a 14 cm do lado lateral direito interior, para dar espaço ao protector de vento.


 
9. Corte e agrafe o isolamento do lado interior da frente e de trás do abrigo.

10. Aparafuse as paredes interiores da frente e traseira aos postes frontal e traseiro.

11. Coloque o protector contra o vento no lugar e aparafuse-o à parte da frente e de baixo (faça isto de fora para dentro).


 


 
12. Para ter espaço de dormir extra aparafuse as prateleiras de 12,7 cm ao centro do protector de vento do lado interior esquerdo junto ao canto frontal do abrigo, para suportar a prateleira se necessário. Depois aparafuse a prateleira de 8,89 cm de espessura, e de 2,74 m x 0,6 m, ao topo das bordas (para mais espaço disponível para os gatos dormirem).
13. Pode colocar os bocados que sobraram de pinho sobre o isolamento que estiver exposto nas pontas do abrigo. Deverá cortar bocados, depois de os medir, para preencher os espaços.

14. Colocar o telhado na bancada e vire o abrigo ao contrário. Centre o abrigo ao telhado. Aparafuse as dobradiças do lado interior do telhado e da parte exterior frontal do abrigo, para que abra facilmente e fique direito quando aberto sem necessidade de se segurar.

15. Vire o abrigo para sua posição original e fixe as telhas ao telhado com pregos, em padrões sobrepostos para proteger contra as condições atmosféricas adversas. Depois de pregar as telhas, curve as pontas dos pregos para evitar que os gatos se possam ferir.

16. Caso assim o tenha decidido, coloque os azulejos de chão para que a protecção seja ainda maior.

17. Pinte o abrigo (toda a madeira em exposição deverá ser pintada, incluindo a parte de baixo, para que o abrigo esteja protegido contra a chuva e/ou neve.)

18. Quando instalar o abrigo, certifique-se que o coloca em cima de tijolos ou outros objectos que possam fixar o abrigo, de forma a evitar o contacto directo com o solo. Tenha também em consideração a posição do abrigo em relação aos ventos dominantes. Geralmente, colocar o abrigo com a frente virada a sul é uma boa opção, já que maximiza a conservação da temperatura.


 
Nota: pode também colocar isolamento da parte interior do telhado com fibra de vidro ou plástico, mas certifique-se que as cobre com plástico ou madeira. A espuma necessita de cobertura para se fixar convenientemente, e caso a fibra de vidro estiver exposta, poderá ferir os gatos.

Desenho e construção do abrigo por Bill McFadden e Ken Crawford. Figuras por Doug Hall.


 


 
Visite-nos em:FacebookTwitterYouTube
15261
ANIMAIS ESTERILIZADOS
até 18 - 08 - 2017
AJUDAS URGENTES
Ajuda Urgente
ADOÇÕES URGENTES
Adoçao Urgente