An accessible version of this website containing similar content may be found at: page.php?ctx=2,2,54

Após a captura

Depois do gato ter sido capturado, cubra toda a armadilha com uma toalha ou pano antes de a mover. Cobrir as armadilhas vai fazer com que os gatos se mantenham calmos. É normal que o gato se mexa muito dentro da armadilha. É tentador libertá-lo, mas ele não se irá magoar se a armadilha for coberta. Se o gato já se magoou não o solte. A maior parte das lesões sofridas em armadilhas não são graves, tais como um nariz pisado. O gato irá acalmar-se assim que a armadilha estiver coberta.

Se capturar um gato doente ou gravemente ferido, leve-o imediatamente à clínica veterinária.

Assim que tiver capturado o maior número de gatos possível, transporte-os nos transportadores (ver no item "Transbordo" da secção Exemplificação de uma captura como passar os gatos das armadilhas para os transportadores) até à clínica veterinária. Se for necessário ficar com os gatos de um dia para o outro, mantenha-os nos transportadores e certifique-se que estão secos e quentes. Podem ficar na cave ou num quarto isolado se estiver mau tempo. Um gato pode morrer de hipotermia quando deixado numa armadilha no exterior, ao frio. Não deixe os gatos nas armadilhas expostos a calor excessivo ou ao sol.

Após a cirurgia, deixe o gato recuperar de um dia para o outro na mesma transportadora, ainda coberta. Normalmente, os ajudantes do veterinário substituem o jornal sujo do fundo do transportador por jornal limpo. Jornal limpo vai fazer com que os gatos se sintam mais confortáveis durante a recuperação.

Normalmente, as gatas precisam de ser cuidadas nas 72 horas após a cirurgia. Os gatos podem voltar para o local da captura 24 horas após a cirurgia, desde que estejam despertos e não necessitem de mais cuidados médicos, e sempre depois de terem bebido água e comido uma boa refeição. Certifique-se que todos os gatos estão conscientes e alerta antes de os libertar.

Se o gato precisar de mais cuidados (mais longos do que 72 horas), será bom transferi-lo para uma jaula onde o gato tenha maior liberdade de movimentos.

Depois do período de pós-operatório, solte o gato no mesmo sítio onde o capturou. Abra a porta do transportador e afaste-se. Não se preocupe se o gato hesitar por breves momentos antes de sair. Ele está simplesmente a reorientar-se no seu ambiente envolvente. É comum os gatos afastarem-se por alguns dias após a sua libertação; eles voltarão eventualmente. Continue a deixar comida e água, pois eles poderão comer quando você não estiver por perto.

Nunca liberte o gato numa área desconhecida. Se precisar de mudar a colónia de local, por favor use as directrizes da secção Realojamento de gatos de rua.
Mudar os gatos de local sem os passos devidos pode colocar em perigo a sua vida. Os gatos irão tentar voltar para o seu antigo lar e podem perder-se ou ser atropelados antes de lá chegar. Além disso, os gatos criam laços fortes com outros gatos da sua colónia. Separar um gato dos membros da sua colónia e abandoná-lo num ambiente novo, irá causar-lhe stress, depressão e solidão.

Limpe as armadilhas meticulosamente com um produto desinfectante, não tóxico, quando tiver terminado as capturas. Quer as armadilhas sejam suas ou emprestadas, as mesmas devem ser bem limpas antes de serem guardadas. Assim estarão prontas a ser utilizadas novamente a qualquer momento. Até mesmo as armadilhas que parecem estar limpas devem ser desinfectadas – o odor dos gatos da colónia capturada anteriormente pode impedir outros gatos de entrar nelas.

Visite-nos em:FacebookTwitterYouTube
15261
ANIMAIS ESTERILIZADOS
até 18 - 08 - 2017
AJUDAS URGENTES
Ajuda Urgente
ADOÇÕES URGENTES
Adoçao Urgente